quarta-feira, 27 de maio de 2009

Inabalável

Quando você tomar sua decisão, espero que lembre de tudo que eu já te falei.
Quando você for me jogar na cara as contas passadas, e os elogios mal feitos, espero que se lembre de toda dor que você me causou.
Estou fria
Estou seca
Pensando melhor, sempre fui. Frieza, na pele, no coração...
Conte-me alguma novidade!
Não adianta me jogar essas palavras, essas eu já conhecia, essas eu já experimentei contra mim, e já me vi usando contra os outros.
Não, me desculpe, mas pouparei sentimentos agora.
Sinto muito mesmo(mentira, não sinto), mas não agradarei a ele, não agradarei você.
Agrado a mim mesma e é isso só oque me importa.
E se algum dia eu deixar e ser fria, a última pessoa que vai receber meu calor é você.
Sua única escolha é fechar a porta do meu quarto.
Me deixe sozinha.
Me deixe fria e seca chorando.
Me deixe pensando... me ame em silêncio.
Não quero ouvir seus protestos de amor, suas surras nos muros, seus xiliques de ciúmes.
Não pretendo secar suas lágrimas de dor ao terminar de ler esse texto.

Mãe, eu não sou você!

3 comentários:

  1. Rhaissa......não sei o que falar. Mas se precisar conversar: ropolegato@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Amiga, fica tranquila... converse com a Rose ela é muito legal :)

    se cuida ta
    bjuz

    ResponderExcluir
  3. Só to postando pra dizer que passei aqui assimvocê sabe que é verdade
    ;*

    Caleb

    ResponderExcluir