quarta-feira, 3 de junho de 2009

Melissa

Melissa suspirou e sentiu o vento gelado bater em sua nuca e seus cabelos subirem dançantes, pairando no ar e depois caindo de um modo fascinante, perfeitos e lisos em seus ombros novamente.
Melissa deu um passo e caiu.
Ninguém segurou Melissa
Suas pernas tremiam de frio e fraquesa, levantou.
Ninguém ajudou Melissa
Melissa, cansada, aflita e sozinha caminhou, sem saber pra onde.
Ninguém indicou o caminho
Melissa alcançou seu lugar na terra, no mundo, entre as pessoas.
Melissa não precisava da ajuda de ninguém.
Melissa fez tudo sozinha.
Sem ninguém, sem ninguém Melissa fez tudo sozinha, nem um corpo, nem uma alma, nem uma voz ajudou Melissa, Melissa sozinha achou. Melissa sozinha. Sozinha Melissa.

3 comentários:

  1. OLa :)
    Melissa é o nome de minha prima que não vejo ha 2 anos :( ela é muito linda!

    Rhaissa isso é uma crônica? achei tão bonito; Melissa é muito independente e pelo jeito ela esta e vive sozinha... "?" ela sempre teve so, acho que ela precisa de um amor heim rsrs

    Bjuz otimo dia :)

    ResponderExcluir
  2. Melissa e mais feliz que muitos por ai...

    ResponderExcluir
  3. Acho que a Melissa esta meia "calejada" como dizem por aí. Agora convenhamos, antes só do que mal acompanhada. As Melissas da vida somos você, eu entre tantas que já conheci. Rhaissa acho que aquele dia na net vc estava ocupada, acho que estava falando com outras pessoas além de mim. Espero um dia encontra-la on para conversarmos melhor. Bjs no coração.

    ResponderExcluir