quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Silêncio

Ela não olhou em meus olhos quando disse que estava partindo. Acho que isso me fez não acreditar em tudo que ela falou mas... por um lado, ja fazem anos e ela ainda não voltou. E eu ainda não acredito, em nada.
Sei que ela foi embora, mas isso ela não precisou dizer... não assim.
Mas... é que se ela não olhou em meus olhos, como posso saber se tudo que ela disse era verdade? Vou viver e morrer com a duvida?
Eu lembro das palavras exatas que ela usou...
Ela olhava para os seus sapatos rosa claro, sua bochecha estava corada de cabeça baixa apenas dizendo... ela disse "Eu queria abraçar você todas as manhãs", pude ver, mesmo ela com a cabeça baixa, um sorriso se formar no canto da sua boca..."eu queria poder beijar você, abraçar você, ver você, sentir... tocar... amar você!" suas mãos tremiam, e eu não entendi o motivo... ela não me olhava, não sabia se ela estava brincando, se estava mentindo.
Eu não disse nada, e no meu silêncio, ela se foi. Se foi e não voltou, não por agora... três anos se foram também, mas posso esperar... ela deve voltar um dia certo?
Errado.
Maldito silêncio que te deixou ir embora. Maldito olhar, maldita hora que não passa... maldito onibus que não chega. Maldita garota com que sonho todo dia. Todo dia. Maldita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário