domingo, 6 de junho de 2010

Onde estou e o que estou fazendo?

Tem tanta gente por aqui e eu não sei se é aqui que quero estar. São tantos rostos me dizendo "olá".
É tanta vida aqui, e já nem sei se vivendo vou continuar. São tantos beijos que eu não pude te dar.
Já é inverno aqui, e o calor que tu me davar já sumiu. Não sei oque fazer desde que tu partiu.
Tá tão escuro aqui, porque minha luz era você e tu fugiu. Já não posso mais ficar assim.

É tudo absurdo. Não tenho mais mundo se não tenho mais você. É quase pecado, errado, gelado não te ter aqui.
DEVERIAS SER PRESO, e pego, e longe, mas perto de mim. Deveria ser sempre meu e ser sempre assim.
Ficar sempre aqui. Estar sempre aqui. Amar sempre aqui. Me AMAR sempre. Amar sempre.
Sempre.

Um comentário: