quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Intenso

Nunca fui de ter muitos motivos pra fazer as coisas que costumo fazer. Simplesmente as faço e depois me questiono o porquê. Atualmente, pra fazer qualquer coisa, meu motivo tem sido você.
Estou movida por sentimentos e sensações, cheia de segundas e terceiras intenções, com uma louca vontade de viver mais uma vez; pois nos últimos meses, tive deixando a vida pra depois.
E mesmo que você não possa corresponder a essa minha insanidade, aceito a tentativa que você fizer. Até porque não me importa muito o motivo, só quero o sorriso mais meigo que você me der.

Nenhum comentário:

Postar um comentário