domingo, 12 de dezembro de 2010

All about us



Uma hora a gente aprende a ser feliz. Uma hora, um dia, por alguma razão, a gente entende que sorrir é muito melhor que chorar. Ainda assim a gente chora, várias vezes, depois de ter aprendido o valor do sorriso. A gente chora porque chorar faz parte do que chamamos de ser real. Chorar prova que você existe. 

Meu único medo é te perder pra alguém que não te mereça. Tenho esse medo porque sei teu valor, guria. Sei que você guarda todas as suas malditas lamúrias, e suas lágrimas estão estocadas em algum lugar do seu peito. Sei que você suporta até o último instante, mas também sei que em algum momento, no banho ou deitada na cama, você derrama as lágrimas que tanto guarda durante o dia. Sei que você é tão ou mais sentimental que eu. Sei que você sente, e você sofre, e você chora. Então eu tenho medo, guria. Tenho medo que você se vá e dê a mão pr'aquele alguém que vai te fazer chorar por dentro todas as noites, aquele alguém que de tanto te maltratar também vai te fazer chorar por fora. Eu só quero que você chore o que for necessário você chorar. Nada além disso. Nem uma gota a mais.
Eu quero te fazer sorrir, acima de tudo. Quero que você sorria, e ria. Quero estar junto, e estar perto. E quero que você se lembre sempre que tem alguém em algum lugar, independete das horas iguais ou diferentes no relógio, que está sempre pensando em você, guria.
Meu único medo é te perder pra alguém que não te mereça.

2 comentários:

  1. Como já disse o toque pra maquiar o cotidiano é inconsciente e isso deixou o post bem mais humano...

    ^^

    ResponderExcluir
  2. O amor é uma coisa linda. Adoro texto de gente apaixonada, e tenho REALMENTE que elogiar aqui o seu texto anterior (tenho medo de comentar em textos anteriores pq sei como é dificil parar pra ver se tem comentário em post antigo). Belo blog. (;

    ResponderExcluir