domingo, 16 de janeiro de 2011

Me escute, menina



De quê adianta o amor se lhe falta todo o resto? Mas enquanto me faltar amor me faltará tudo. E se amar é viver, não sei porquê vivemos. Pois viver pra amar e amar pra viver nunca nos fará feliz. Então, serei eu alguém sempre e eternamente infeliz? Me abandono no meio das minhas escolhas pra voltar atrás e correr de encontro com o erro. O erro me conforta e me faz crer que está tudo bem. Não está tudo bem, menina. Me repito. Não está nada bem. Você tem morrido por dentro. Você não se tem mais. E cadê você, menina? Sinto tanto a sua falta dentro de mim. Você que sou eu e eu que... tanto faz. Sou seu sonho de consumo, sou você de verdade e não esse corpo que te leva e te trás. Te desfaz e te refaz. Pra que viver por esse você que nem você mesmo gosta mais? Estás tentando apagar o passado, menina? Passado nenhum se apaga jamais! E tuas escolhas atuais ficarão guardadas pro resto da vida que vêm tirar tua paz. Se encontre novamente, por favor, me encontre novamente, por favor. Pare de viver por amor. Pare de amar. Pare de morrer. E de se matar. E de reviver.

3 comentários:

  1. Uma verdade temos que parar de viver por amar ,e viver e deixar rolar...quem sabe o amor aparace!

    E o passado já foi se lamentar pra que?Assim so esquecemos de viver o presente!

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que mesmo que a gente fale que passado é passado, ele sempre volta. Especialmente quando se trata de amor. E mesmo que o amor não exista mais, existe uma lembrança ali, viva, presente...
    Eu acho que nosso destino é viver de amor por uns meses e morrer pro resto dos anos. Afinal, felicidade é instântanea e tristeza é tipo um carrapato: gruda e suga seu sangue até você conseguir arranca-lo. Mas diferente do carrapato, a tristeza volta. A gente tem é mesmo é que botar um sorriso no rosto, e dar valor aos amores diários. Amor pelos livros, pelo animais, epifanias do dia-a-dia. Amor pelo próximo tornou-se demodê na nossa sociedade. Amor pelo próximo tá virando utopia menina.

    O texto está muito bem escrito, e tem conteúdo, parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Quando a gnete se perde, é dificil se reencontrar...
    E se a perda é por um amor... Fica mais dificil ainda... Mas vale a pena

    A gente tem que viver para amar SIM, mas para amar a gnete mesma!!! Esse é o unico amor que vale realemtne a pena...

    Bjs

    ResponderExcluir