sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Sunshine


Eu te odeio quando você não chega, e quando você vai embora. E odeio quando você me olha com aquela expressão de “Sinto muito”, mesmo que por pouca causa. Odeio que você tenha de sentir muito por mim. Odeio ter que te perdoar. Porque odeio quando você erra. Eu odeio, mais ainda, quando você finge que tá tudo bem, depois de eu ter estragado tudo. Você vem com aquele sorriso de domingo de manhã e me conquista tão fácil, me faz pensar que já tá tudo bem, mas ainda é sábado à noite e eu acabei de fazer uma grande besteira. Você ignora, finge que não, e passa a tarde inteira me dando aquele sorriso maravilhoso e parando algumas vezes pra olhar o vazio e pensar “puta merda, o que eu faço agora?”. Me beija. Isso que tu devia fazer agora. Me beijar e perguntar porquê eu fiz tal idiotice contigo. E eu vou te beijar o dobro do que tu me beijou, e vou odiar cada segundo daquilo, porque muito mais do que odiar quando você tem que me pedir desculpas, eu odeio quando eu é quem tem que pedir desculpas. Odeio me desculpar contigo, porque odeio ter motivos pra isso. Odeio estragar tudo. E eu estrago tudo sempre. Eu sei. Mas odeio. Esse teu olhar me dizendo “calma, meu amor” que tá tudo bem, que vai ficar tudo bem, que não importa, que foi só uma besteirinha. E eu acumulando besteirinhas até o momento em que essas besteirinhas podem transformar-se em um monte de besteirinhas e uma avalanche, talvez, de besteirinhas, acumuladas, destrua nosso relacionamento. Destrua esse sorriso de manhã no teu rosto. Destrua o verão no meu sorriso. Destrua tua cara de preguiça falando que quer beijo. Destrua minha cara de quem te odeia quando você demora.  Eu odeio que você demore pra chegar, eu odeio quando você vai embora. Mas eu só espero que você chegue, e que se for, volte.  Sempre volte. E volte com seu sorriso de manhã e seu cheiro de verão, pra completar meu sorriso. 

Um comentário:

  1. Sinceridade.
    É isso que faz um texto ser bom.
    Você sentir o que a pessoa sentiu quando passou aquilo.
    Senti cada letra do teu texto e foi quente, foi bom. Esse fogo ao fundo no background ajuda.
    Gostei daqui. Volto quando tiver frio. =]

    ResponderExcluir