segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Fecha a janela.


Não me deixa, fica aqui juntinho. Bota um som baixinho pra tocar. Abre bem pouco a janela... não, esquece, deixa fechada mesmo, gosto da saudade que me dá de ver teu rosto enquanto te beijo.
Larga mão dessa cerveja e vem pra cama, já tá quase de manhã e você ainda tá aí lendo essas notícias. Deita e relaxa que daqui a pouco eu ligo a tv, a gente assiste o noticiário matutino enquanto eu faço um leite com nescau pra você tomar.
Não vai mais cedo pro trabalho amanhã, enrola um pouco comigo deitada na rede depois do almoço, ou vem antes que eu te faço o jantar. Quero tanto acender umas velas e abrir um vinho com você. Por que você me deixa tão solta? Não me deixa, fica aqui juntinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário