terça-feira, 16 de julho de 2013

It's a new dawn

Eu sou uma grande fã do romance, não posso negar. Amar é minha fraqueza e também minha força. Por vezes parece erro, mas na maioria do tempo é o que eu mais acerto.
Me cobrir com teus braços e sentir teu coração bater bem debaixo do meu ouvido enquanto o ônibus não vem. Fechando meus olhos pra não ver nada, não me distrair com nada.
Quando deitamos, um junto do outro, com nossos pés entrelaçados, sinto seu carinho e contribuo. Sei fazer isso muito bem. E me sinto bem, também.
Enquanto minhas lágrimas caiam, naquela noite linda, com a areia nos pés e o vento bagunçando meu cabelo avermelhado, você me abraçava e me dizia pra chorar. Que as coisas ruins passam mas você fica.
E chorei.
Chorei por ter perdido quem deveria ter sido um pai, chorei por ter que complicar minha vida por desleixo dos outros. Chorei por ter dito adeus a uma pessoa e não te-la deixado partir quando foi a hora, e por sofrer as conseqüências depois.
Mas as coisas ruins passaram, e você ficou. Agora, neste momento, eu flutuo na leveza espiritual, mental, sentimental e até mesmo profissional.
Sinto meus pés escaparem do chão, mas sei, de certa forma, que estou segura.

Esse é, depois de tanto, um texto feliz. Por uma alegria profunda da realização pessoal e interpessoal, e das conquistas maiores que estão por vir. Dos tempos que vivi até esses dezoito anos, e das pessoas que deixei para trás e não sinto saudades. Libertar e ser livre. E amar, sempre.

Um comentário:

  1. Muito bom poder ler um texto teu, ainda mais tão positivo. Titulo e algumas partes me fizeram lembrar de Sunshine of your love do Cream, musica adorável também.
    Escreves muito bem :)

    Danilo do NóSemAperto.

    ResponderExcluir